Scroll Top

ALIMENTAÇÃO

Contraindicação do hibisco: Descubra a verdade

É quase certo que você já ouviu falar no hibisco, não é mesmo? esta poderosa erva é utilizada como chá, e os benefícios propiciados são os mais variados possíveis. O hibisco é bastante utilizado e procurado por quem deseja emagrecer com efetividade.

Mas qual o motivo? bom, alguns estudos recentes afirmam que o hibisco impede que haja acúmulos excessivos de gorduras na região abdominal e nos quadris. Ou seja, o  hibisco combate justamente a gordura localizada.

Porém nem tudo são flores, apesar do hibisco  ser muito poderoso, existe algumas contraindicações que não devem ser ignoradas de jeito nenhum. A seguir irei comentar sobre os pontos negativos desta poderosa erva.

Contraindicação do hibisco, quais são?

hibisco contra indicação

Gestação: Se você mulher busca engravidar ou já esteja grávida, procure não consumir o chá de hibisco. Alguns estudos apontam que o hibisco pode interferir na produção de estrogênio, e isso pode alterar o funcionamento comum do processo de ovulação.

A consequência disso pode ser a infertilidade. Ou seja, se você deseja engravidar, ao consumir o hibisco, saiba que há grandes chances de  não haver a fertilidade efetiva. Além disso, o consumo de hibisco durante a gravidez pode causar danos ao bebê.

Hipotensão e outros sintomas: O consumo do hibisco é recomendável para quem sofre de pressão alta. O chá ajuda a baixar a pressão arterial, evitando picos excessivos. O problema é que pessoas que sofrem de pressão baixa podem piorar se consumirem o hibisco.

Como a erva diminui a pressão, o indivíduo que já tem pressão baixa verá os efeitos piorarem. E como consequência pode haver a manifestação de sintomas como sonolência excessiva, fraqueza, desânimo, etc.

Benefícios do hibisco

Apesar de possuir alguns malefícios, o hibisco possui mais benefícios. Entre alguns dos principais, podemos citar a manutenção do cérebro, redução de gorduras, controle do colesterol, melhora na pele, etc.

As duas únicas ressalvas acerca da não recomendação do hibisco são as que citamos anteriormente. Caso deseje engravidar, basta não consumir o hibisco antes e durante a gestação; além disso, caso sofra de pressão baixa, é só não consumi-lo também.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.