DICAS

Remédios Caseiros para Osteomielite- Tratamento Natural.

Osteomielite é uma infecção no osso, que pode ser causado por micro-organismos, como bactérias e fungos. Os agentes infectantes migram pelo corrente sanguínea, provindos de outro foco no corpo, ou contaminam diretamente o osso numa fratura exposta. Os sintomas são dor intensa, febre, avermelhamento, inflamação local e grande dificuldade de mexer o membro afetado. Decorridos meses de osteomielite aguda, ela se torna crônica, provocando ulcerações na pele, fístulas (lesões que tornam o osso visível, em meio a material purulento). Quando a osteomielite ataca o membro inferior (isso acontece na maioria das vezes), o paciente acabo tendo de recorrer a muletas ou indo mesmo poro a cadeira de rodas. Nesse artigo falaremos sobre Remédios Caseiros para Osteomielite- Tratamento Natural.

Osteomielite

A osteomielite aguda pode ser fatal, principalmente em crianças mal nutridas, cujas defesas são muito baixas. Por isso, requer hospitalização. A cronificação do processo gera incômodos permanentes. O crescimento do osso sofre alterações (saem, às vezes, pequenas “lascas de osso” por uma ferida sempre aberta).

O tratamento da osteomielite aguda com antibióticos pode às vezes não evoluir satisfatoriamente. Alguns pesquisadores sugerem, então, o uso de oxigênio hiperbárico.
Todo cuidado é pouco com as fraturas expostas, para evitar infecções.

Como as terapias naturais explicam a osteomielite?, Como tratá-la?

Os estudiosos do naturismo médico afirmam que a 1 1 osteomielite não é apenas um 1 1 problema do osso; é um problema do organismo, que se debilita em virtude de contínuas agressões.

Publicidade 

 

O osso é apenas um dos pontos fracos. A alimentação de péssima qualidade do homem moderno, com grande quantidade de açúcar, carnes, guloseimas, frituras, fast-tood, café e etc.

É provavelmente a principal culpada. O excesso de açúcar e laticínios é suspeito. O tratamento está voltado para desintoxicação, mudança racional de hábito alimentar e suplementação nutricional para aumento de resistência global.

Gostaríamos de relatar o caso de uma criança com osteomielite crônico, que havia muito tempo sofria com um prognóstico desalentador. Não podia se locomover. Não podia estudar.

Seus pais a transportavam de um lado para outro. Era uma família pobre, que sofria ao extremo com o problema. Sujeitos à sobrecarga do sistema público de saúde, aguardavam uma cirurgia, que não prometia muito.

Leia Também: CAFÉ VERDE emagrece até 25 quilos naturalmente

A criança sentia fortes dores no local. Esse caso, ao chegar-nos às mãos, despertou primeiramente piedade. Suspeitamos que o causa mais profunda do problema era a alimentação desregrada, a má nutrição, o enfraquecimento crônico das defesas.

Conscientizamos os pais. Dentro de alguns meses de tratamento numa clínica naturista, com desintoxicação e correção do estilo de vida, a cura foi tão completa que surpreendeu os médicos que conheciam o caso.

Depois de vá rios anos, o ex-doente brincava e corria feliz, como qualquer criança da sua idade, sem qualquer sequela.

Este caso representa uma luz no fim do túnel, acenando para a importância de estudos comprobatórios.
Os estudiosos da alimentação natural, como Shelton.

Publicidade 

 

Dicas:

• Alguns dias por semana de suco de fruta, ou só de frutas, a cada três horas. A freqüência dessa dieta dependerá de cada caso. Um, dois, três ou mais dias. Sucos naturais, feitos na hora, na centrífuga, de três em três horas. Pode-se usar suco de cenoura com salsão, suco de laranja, suco de mamão etc.

• Nos demais dias, dieta predominantemente crudista, como segue:

• Desjejum: Só frutas, com ou sem sementes de girassol e um pouco de coalhada (no começo, é melhor usar só frutas).

• Almoço: Grãos germinados (moyashi, broto de alfafa etc.), saladas cruas (rabanete, alho, cebola, cenoura, repolho, couve-flor, beterraba etc.), vegetais cozidos (brócolis, couve-de-bruxelas etc.), um pouco de arroz integral bem cozido (ou abóbora cozida, ou batata cozida, ou inhame cozido), algumas amêndoas e tofu. Com o tempo, introduzir pequenas quantidades de grão-de-bico cozido, alguns ovos de codorna cozidos (esporadicamente) para complementação proteica. Dentro de quinze dias a um mês, mais ou menos (conforme prescrição profissional), acrescentar lêvedo de cerveja. Começar com pequena dose: de três a seis comprimidos de 500 mg, e aumentar até dezoito comprimidos por dia. Poderão ser necessários suplementos minerais, como cálcio (800 mg), magnésio (300 mg), vitamina D (de 200 a 400 U.l.), manganês e fósforo. As dosagens poderão variar conforme orientação profissional individualizada. Só devem ser introduzidas depois de algum tempo de desintoxicação (um mês, mais ou menos).

remedios-caseiros-para-osteomielite-tratamento-natural

Tratamento

A clareia é muito útil ao tratamento. Depois de uma semana, ingerir nove pastilhas ao dia. Depois de um mês, aumentar a dose para doze pastilhas (comprimidos de 250 mg), ou conforme critério profissional.
E muito importante mastigar completamente a comida.

Se o paciente tem prisão de ventre crônica, deve-se proceder à “semana de enemas” (lavagens intestinais): um litro e meio de água fervida, fresca, por dia (crianças usam metade). Observar orientação profissional. O uso de comprimidos de cóscara-sagrada é também útil contra a prisão de ventre.

Encontrada em lojas de produtos naturais.
Indicam-se plantas de ação depurativa, como tanchagem, cavalinho, chapéu-do-couro, boldo-do-hil, cinco-olFiaa, clente-de-Ioào e mil-em-rama.

As dietas terapêuticas naturais são empregadas em clínicas naturistas e por medicinas tradicionais. Adote alimentação saudável, mas não mude radicalmente sua alimentação sem orientação profissional.

As plantas aqui citadas são empregadas por clinicas naturistas ou medicinas tradicionais, e as doses são também tradicionais. Lembrete: não suprimir a orientação médica.

comendam-se, em média, de duas a três xícaras diárias da mistura de três ou quatro dessas plantas, fervida por uns 5 minutos. Duas colheres, das de sopa, para meio litro de água.

Depois de uns quinze dias, acrescentar casca-d’anta e alfafa à mistura. O suco de limão e a própolis não podem faltar. Usar pelo menos de um a dois limões e trinta gotas de própolis (solução a 30%) ao dia, acrescidos aos chás.

Geoterapia (terapia da argila) e outros tratamentos*

Os naturopatas aplicam no local argila esterilizada, com auxílio de compressa de gaze, se necessário. Para melhorar a assimilação intestinal, um banho vital ao dia.

Dente-de-leão (toraxaco officinale)

É tradicionalmente indico-do para combater icterícia, inchações, e como depurativo do sangue.

Modo de usar: De 2 a 3 colheres do suco fresco ao dia. Ou ferver 2 colheres, das de sopa, da planta fresca picado em ½ litro de água. 2 xícaras ao dia.

* A hidroterapia, a geoterapia e outros tratamentos naturais aqui citados são empregados por medicinas tradicionais ou clinicas naturistas.

Lembrete: não suprimir a orientação médica.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com