FITNESS E NUTRIÇÃO

Saiba como prevenir a Osteoporose

Cerca de 10 milhões de brasileiros podem viver com a osteoporose.  A doença é apontada como o segundo maior problema de saúde do mundo, ficando atrás apenas das doenças cardiovasculares.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Avaliação Óssea e Osteometabolismo (ABRASSO), atualmente uma em cada três mulheres acima de 50 anos de idade está propensa a ter fraturas relacionadas a osteoporose. Idosos e mulheres na pós-menopausa são as pessoas mais propensas a desenvolver a doença.

De acordo com o presidente da ABRASSO, o reumatologista Dr. Sebastião Cezar Radominski, ainda que a osteoporose seja um grave problema de saúde pública, a doença ainda é subdiagnosticada e subtratada no país. Por isso, sem uma campanha de prevenção adequada, o especialista antevê um aumento considerável de fraturas ligadas à osteoporose nos próximos 25 anos.

Quais são as causas da osteoporose?

A osteoporose é definida como a perda acelerada de massa óssea durante o envelhecimento. A doença é responsável pela diminuição da absorção de minerais e de cálcio. As partes do corpo mais comprometidas pela osteoporose são a coluna, o pulso e o fêmur

A osteoporose é resultado de uma desarmonia entre as células envolvidas na produção da substância óssea e as células que a destroem, prejudicando o ciclo de renovação óssea.

Osteoporose e pós-menopausa: três em cada quatro pacientes são mulheres

O estrogênio, hormônio feminino, é um grande protetor dos ossos. Em razão disso, até a menopausa as mulheres possuem privilégio em relação aos homens quanto ao sistema cardiovascular, à pele e ao esqueleto. Após a menopausa, ocorre uma diminuição expressiva no nível desse hormônio, comprometendo a proteção óssea.

Por isso, as mulheres que se encontram nessa fase requerem atenção médica especial, pois o risco de fraturas aumenta consideravelmente.

Homens correm menos risco de desenvolver a doença?

Os homens também perdem massa óssea, porém, a proporção é de um homem para dez mulheres portadoras da doença. O risco de fraturas em indivíduos do gênero masculino é bem menor, girando em torno de 13%.

Fatores de risco

  • Histórico familiar de osteoporose
  • Deficiência de Cálcio e /ou vitamina D
  • Tabagismo ou alcoolismo em excesso
  • Medicamentos como anticonvulsivantes, hormônio tireoideano, glocorticoides e heparina
  • Doenças como artrite reumatoide, diabetes, leucemia, linfoma
  • Sedentarismo

Principais sintomas

  • Dores crônicas
  • Quedas e fraturas
  • Deformidades
  • Piora na qualidade de vida e/ou surgimento de outras patologias, como pneumonia
  • Encolhimento
  • Fraturas nas vértebras

4 formas de prevenir a osteoporose

  • Adotar uma dieta rica em cálcio, proteínas e vitamina D
  • Evitar excesso de bebida alcoólica, café e nicotina
  • Atividades físicas regulares
  • Exposição moderada aos raios solares para síntese de vitamina.

Observação: Este texto é patrocinado, as informações contidas nele são de responsabilidade dos seus idealizadores.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com